1307Sun2014

Última atualização05:01:51 AM GMT

Voltar Matérias

Matérias

Ou Mágico, Ou Deus

  • PDF

Paz, queridos, já estava com saudade dessas nossas conversas em torno da Palavra de Deus. Na verdade, esse é o meu assunto favorito – a Palavra de Deus. Ela, e somente ela, contém a revelação escrita de Deus, sua vontade, sua personalidade e seu projeto para a humanidade. A propósito, cuidado se lhe apresentarem um outro livro com a proposta de ser também Escritura inspirada com a finalidade de trazer qualquer tipo de revelação sobre Deus. Não acredite. Somente a Bíblia é Escritura inspirada pelo Espírito de Deus, para revelar ao homem a vontade e a pessoalidade de Deus.

Como você é um(a) leitor(a) inteligente, já deve estar se perguntando sobre o porquê de eu ter iniciado este artigo fazendo esse alerta. Explico: para mim a Bíblia é a Palavra de Deus e uma das coisas que ela me mostra sobre Deus é que Ele é santo e não admite que seus adoradores dividam a sua glória com outro. É o que lemos em Êxodo capítulo 20, versículo 3: “Não terás outros deuses diante de mim”. Esse é o primeiro dos dez mandamentos da Aliança de Deus com os filhos de Israel aos pés do Monte Sinai, quando estes, conduzidos por Moisés, chegaram ali, após a maravilhosa libertação da escravidão no Egito (fato histórico, que se deu por volta de 1.445 a.C., sobejamente comprovado por diversas descobertas arqueológicas, disponíveis até na Internet).

Muitas outras passagens bíblicas reiteram, em diferentes oportunidades, esse mesmo comando de Deus para que seu povo não dividisse sua devoção ou crença ou adoração com alguém que não fosse Ele. Isso é necessário, porque Deus conhece o coração humano. Ele sabe do desejo de ser igual a Deus, que muitas vezes ataca o coração do homem. No jardim do Éden, foi esse o argumento usado por Satanás, para convencer Eva a comer do fruto que Deus proibira. Ele disse: “Porque Deus sabe que no dia em que dele comerdes se vos abrirão os olhos e, como Deus, sereis conhecedores do bem e do mal”. Ser, de alguma forma, “como Deus” é ambição que leva muitos ao erro. Segundo a Bíblia, estão nesse rol os adivinhadores, os prognosticadores, os agoureiros, os feiticeiros, os encantadores, os necromantes, os mágicos e os médiuns (Deuteronômio 18. 10, 11). Os que praticam tais atividades condenadas pela Palavra de Deus o fazem com o desejo de “ser igual a Deus”, levar as pessoas a crerem que elas são possuidoras de poderes sobrenaturais e, assim, ocupar o lugar de Deus, desviando a atenção das pessoas para elas.

Certa vez, Jesus contou uma parábola, para levar as pessoas a entenderem o perigo da penetração, no reino de Deus, de elementos estranhos a ele. Essa parábola ficou conhecida como a Parábola do Grão de Mostarda. Nela Jesus diz que um homem plantou no seu campo um grão de mostarda que germinou e a planta cresceu de forma incomum. Assim é o reino de Deus, começou pequeno, mas está fadado a tornar-se grande e encher toda a terra. Como tornou-se árvore frondosa, as aves vieram fazer seus ninhos. Irmãos, Jesus colocava aves, passarinhos, em suas parábolas como instrumentos do maligno, a exemplo das aves que levaram a semente que caiu na beira do caminho na parábola do semeador. Logo, nesta parábola que estamos comentando, as aves que vieram fazer ninho na copa daquela árvore, com a qual Jesus queria simbolizar o reino dos céus, são instrumentos de Satanás, trazendo para dentro da Igreja aquilo que é contrário à Palavra de Deus. Vejam que Jesus já sabia que isso iria acontecer e nos alertou. Assim, resta-nos a responsabilidade de, como Igreja de Cristo neste tempo, ficar alertas para não sermos instrumentos do inimigo na introdução no corpo de Cristo de coisas estranhas ao Evangelho e abomináveis aos olhos do Senhor como, por exemplo, shows de mágica, de acordo com o texto de Deuteronômio mencionado acima.

O Senhor assim nos ajude. A paz do Senhor Jesus.

Prof. Létice N. Araujo

Coordenadora pedagógica do INSTITUTO BÍBLICO EMANUEL

Quebrando o Cativeiro Das Dívidas

  • PDF

O livro de Neemias nos mostra que o povo estava afundando financeiramente nas dívidas. Uma das principais armas que o diabo usa para estressar os crentes são os problemas financeiros.

A boa notícia é: existe esperança e socorro. A bíblia tem as respostas! Existem muitos princípios por toda a bíblia que podem nos ajudar, incluindo o livro de Neemias, no capítulo 5:1-5.

 O POVO DE DEUS ESTAVA VIVENDO NESTA CONDIÇÃO

 Vv.1 – Eles estavam brigando por causa de dinheiro.  Vv.2 – Eles não tinham dinheiro para suprir necessidades humanas básicas. Vv.3 – Para comer, eles tinham que vender tudo o que tinham. Vv.4 – Estavam pedindo dinheiro emprestado até para pagar impostos. Vv.5 – Os filhos haviam sido vendidos como escravos.

 Era assim que estava o povo de Deus no texto que acabamos de ler. Eles estavam em jugo financeiro, e isso limitava grandemente sua felicidade e o que eles conseguiam realizar na vida. Deus tem um jeito melhor. Aquilo que ordena, Ele paga. O que Ele guia, provê. Ele é a nossa fonte, tudo o que temos.

 SINTOMAS DO JUGO FINANCEIRO:

1. Ser obrigado a usar o cartão de crédito para prover suas necessidades. Você usa o cartão de crédito para ir ao supermercado, para colocar gasolina, comprar roupas, etc., sabendo que você não terá como pagar o valor total da fatura no mês seguinte?

 2. Pegar dinheiro emprestado para pagar despesas fixas. Estou falando sobre água, luz, aluguel da casa, da prestação do carro, do telefone ou da tv por assinatura. Estou falando de pegar empréstimo num cartão de crédito para pagar o outro. Você tem feito isso?

 3. Os credores estão escrevendo ou ligando para você, cobrando o dinheiro deles? Se existe uma pessoa na sua vida que você nunca mais deseje ver, apenas empreste algum dinheiro para ela!

 4. Você é tentado a ser desonesto em relação ao dinheiro? Você se sente tentado a enganar na declaração do imposto de renda?

 5. Você sempre diz: “Não tenho o suficiente para dizimar”? Você traz o dízimo do Senhor para a casa do Senhor, no dia do Senhor, para que a obra do Senhor possa ser feita do jeito do Senhor?

 6. Você e sua esposa discutem acerca de dinheiro? “O casamento deles era perfeito, exceto por uma coisa só: um era rápido em depositar, o outro, em sacar”.  Um marido uma vez me disse: “Minha mulher e eu nunca discutimos sobre dinheiro; fizemos um acordo anos atrás de que eu tomaria todas as grandes decisões sobre dinheiro, e ela lidaria com todas as decisões pequenas. tudo tem funcionado bem, estamos casados por trinta anos e não houve nenhuma grande decisão ainda”.

 7. Você sabe quanto realmente deve? Você tem medo de fazer o somatório? É impressionante, nos aconselhamentos, ver o número de pessoas com problemas financeiros, mas que não têm a mínima ideia de quanto realmente devem. Elas varrem para debaixo do tapete. Elas tentam não pensar no assunto. (provérbios 27:23)

Não podemos enfiar nossas cabeças num buraco. Deus nos mandou sermos bons mordomos daquilo que Ele coloca em nossas mãos. O Senhor tem confiado dinheiro em nossas mãos, mas nós O temos decepcionado.

 8. Você sabe quanto é necessário para viver mensalmente? Há pessoas que gastam todo o dinheiro do salário já na primeira semana que o recebem, sem considerar os outros vinte e três dias do mês. Uma sugestão é ter uma conta corrente separada apenas para as suas despesas. Não considere o plástico um dinheiro real, porque ele não é! Nunca se esqueça disso.

 Não prenda a si mesmo no calabouço das dívidas. Cristo quer libertar você de todo jugo financeiro. Ele quer nos salvar do afogamento no mar das dívidas. Então, o que fazer se suas despesas sempre forem maiores do que o seu contracheque?

Obviamente, há duas opções de conserto viáveis: 1) Diminua as suas saídas. 2) Aumente as suas entradas. Qualquer que seja a solução que escolhamos, o que nunca podemos fazer é ignorar o problema. Temos que nos sentar com propósito e orar até que tudo se resolva.

 A propósito, você não precisa ser pobre para estar em jugo financeiro. Algumas pessoas pensam que estão indo bem. Mas será que você está em jugo financeiro? Faça essa pergunta a si mesmo. Você confia no dinheiro mais do que confia em Deus? Os seus alvos pessoais estão em sintonia com Deus? Você está tentando construir seus alvos pessoais ou o reino de Deus?

Você está ajuntando tesouros na terra ou nos céus? Os seus valores são temporais ou eternos? Todo dinheiro que você tem está disponível a Deus? Ou só o dízimo? Você é só gerente desse dinheiro; esse dinheiro na verdade não é seu! Você sempre se encontra produzindo dinheiro quando deveria estar servindo a Deus? Você pede para fazer hora             extra no dia do Senhor? Você diz: “Não posso ir para a igreja, porque estou muito cansado do trabalho”? Agora que já vimos alguns problemas do jugo financeiro, falemos sobre os princípios da liberdade:

 PRINCÍPIOS DA LIBERDADE FINANCEIRA:

 1. PRIORIDADE. No verso 14, Neemias diz que poderia ter tirado vantagem daquela situação, mas não o fez, pois temia a Deus. Deus, em seu coração, deve ser maior do que a ganância. Deus é o número 1 em minha vida, e não o fazer dinheiro.

2. DILIGÊNCIA. No verso 16, vemos que as pessoas continuaram o trabalho. Neemias poderia apenas ter supervisionado, mas ele colocou a mão na massa, para dar o exemplo. Nunca quero chegar à posição de parar de trabalhar para Deus.

3. GENEROSIDADE. Nos versos 17 e 18, vemos que Neemias alimentava aquelas pessoas. Esse é um princípio da bênção financeira. Aprendamos uma lição com Deus: Se você der, mais será dado a você. É o princípio básico da semeadura e da colheita. O Senhor abençoa quem dá com alegria. Mas apenas dar não tirará você das dívidas se não obedecer a Deus no restante dos princípios.

4. CONFIABILIDADE. Quando uma pessoa crê em Malaquias 3, ela dizima. Dizimar nunca foi uma questão de dinheiro, mas uma questão de confiança.

5. SUFICIÊNCIA. No verso 18, vemos que Deus cuidou de Neemias. Quando muitos sofriam ao seu redor, Neemias foi cuidado por Deus. E Deus promete cuidar de seus filhos quando estes lhe obedecem. A bíblia diz que o Senhor se agrada com a prosperidade dos seus servos. A prosperidade bíblica é definida no livro de Neemias: ter o necessário para fazer o que Deus quer.

 Deus quer que as suas necessidades sejam supridas, que as suas contas sejam pagas. Talvez você tenha criado contas que não estavam na vontade de Deus. Peça perdão e clame pela ajuda dEle para o tirar das dívidas. O Senhor também quer que você tenha para que possa dar generosamente. Deus também quer que você tenha o suficiente para economizar para o seu futuro. A bíblia diz para considerarmos a formiga, que junta no verão para ter no inverno.

Se você não tem o suficiente para fazer as três coisas de que falamos acima, então algo está errado e precisa ser corrigido. Faça um inventário. Faça um orçamento. Peça ajuda. Venha aprender sobre paz financeira.

Lembre-se dos princípios do nosso texto: 1)Prioridade. Deus tem o primeiro lugar em sua vida? 2) Diligência. Você tem sido tão diligente quanto precisa ser? 3) Generosidade. Você dá além do seu dízimo? 4) Confiança. Você confia em Deus ou no plástico? Confie em Deus, e Ele o abençoará de modo como você nunca sonhou. Você está afogando? O Senhor quer salvar você!

 

Quarto para sonhar

  • PDF

O quarto é o ambiente mais íntimo da casa, perfeito para os momentos de descanso e relaxamento. Não importa o estilo, o quarto deve ser o lugar mais tranquilo e aconchegante da casa.

Tenha um quarto confortável, onde possa descansar relaxar e esquecer o mundo, com ar sereno. Nesta matéria trazemos dicas para seu quarto!!!

 Peça de destaque: Cama

Importante: antes de comprar, certifique-se das medidas.Um modelo grande demais pode ocupar grande parte do quarto e atrapalhar a circulação.

Lembre-se: calcule o tamanho ideal, prevendo também espaço para abertura de portas, armários e gavetas; deixe um espaço livre de no mínimo 60 cm nas laterais até os pés da cama.

Harmonia: atente que a cama é a peça principal do quarto, é ela que determinará os modelos e as cores dos outros elementos do ambiente.

Evite modelos de pouca altura para pessoas com dificuldades de locomoção.

Dicas: confira se a altura do colchão não ultrapassa a altura da sua cabeceira ou se ela não irá escondê-la. Experimente a cama antes de fechar a compra, existem modelos de cama baú para guardar a roupa de cama.

 Guarde nas gavetas: Mesa Lateral

Importante: no momento da compra, mesas laterais para o quarto. Lembre-se de verificar se o tamanho da peça é proporcional ao espaço.

Lembre que o móvel deve estar esteticamente de acordo com a decoração do dormitório e atender as necessidades da acomodação dos objetos.

Harmonia: a mesa lateral pode ter cores ou materiais compatíveis com os outros móveis com acabamento de madeira ou espelhado; outra opção é ser uma peça de destaque colorida.

Evite peças grandes demais ou com altura superior à cama.

Dicas: para modelos de mesa lateral com gavetas, opte sem puxadores para dar aspecto mais leve; escolha modelos com abertura de leve toque.

 Objetos de desejo: Armários

Importante: os armários precisam ter muitas divisões para armazenar           organizadamente os diferentes tipos de roupa; o armário deve caber no espaço disponível do quarto.

Lembre-se: verifique se as gavetas deslizam bem, se as portas têm tipo de abertura adequada para o local onde o armário será colocado, se as divisões não estão subdimensionadas para cada tipo de roupa, se há espaço para acessórios e espelho.

Harmonia: opte por espelhos, pois ampliam quartos pequenos, duplicam visualmente o espaço.

Evite: armários com ferragens que não são de marcas confiáveis, pois são elas que garantirão o bom funcionamento das partes móveis ao longo do tempo.

Dicas: meça e anote o volume de cada tipo de roupa que será guardada, confira se o armário possui as divisões e tamanhos necessários para todos.

 Para o dia nascer feliz: Roupa de Cama

Importante: na hora de escolher os produtos, atenção para a qualidade.

Verifique se são 100% algodão ou antipilling, pois retarda o aparecimento de bolinhas no tecido. Esses fatores indicarão a durabilidade das peças.

Lembre-se: certificar-se das medidas da cama para não comprar jogos de tamanho incorreto. Analise também a contagem dos fios, que representa maciez e conforto. Opte por produtos funcionais que ofereçam praticidade para o dia a dia.

Harmonia: prefira as peças clean, que não brigam com as outras composições do ambiente.

Evite cores fortes em excesso, materiais duros ou ásperos.

Dica: procure escolher manufaturas que sigam totalmente os processos de fabricação sustentável e ecológica.

 Detalhes pontuais: Acessórios

Importante: escolha o que é realmente importante e necessário para os usuários do dormitório e evite supérfluos.

Lembre-se: opte por acessórios que serão importantes na rotina diária e trarão conforto para quem for usar o quarto. Pode ser uma cadeira, uma luminária para estudos ou leitura.

Harmonia: se preferir usar tons fortes nesse espaço, procure colocá-los apenas em algumas peças e faça uma composição com as outras matrizes mais neutras.

Evite excessos nas quantidades e dimensões, também procure não abusar nas cores ou formas.

Dica: busque privilegiar espaços vazios, eles tornam o ambiente mais relaxante.

Como Evitar o Envelhecimento Precoce Através da Alimentação

  • PDF

Envelhecer é algo natural e inevitável. No entanto, estudos têm demonstrado que alguns nutrientes são capazes de retardar o surgimento dos visíveis sinais do envelhecimento, além disso, podem prevenir distúrbios e aumentar a expectativa de vida.

Uma alimentação saudável é fundamental. O padrão atual de alimentação consiste em uma dieta rica em carboidratos simples, gorduras saturadas, colesterol, e alimentos industrializados, ou seja, alimentos que contribuem para acelerar o envelhecimento. Concomitantemente, há um baixo consumo de frutas, verduras, legumes e fibras — alimentos que são essenciais para tardar o envelhecimento. Essa dieta, realizada pela maioria dos brasileiros sobrecarrega o corpo e prejudica a saúde, já que aumenta a exposição aos radicais livres.

Atitudes que podem prevenir o envelhecimento precoce:

Muitos estudos têm demonstrado o efeito de alguns nutrientes na preservação da beleza e da saúde, dentre eles se destacam:

Vitamina E, C e o mineral selênio: São antioxidantes e protegem a pele dos radicais livres, principais causadores do envelhecimento. Além disso, aumentam a atividade imunológica e previnem câncer de estômago e de pulmão. São encontrados principalmente em:
Vitamina E – Azeite de oliva
Vitamina C – Brócolis (flores), acerola, pimentão amarelo e cereja
Selênio - Castanha do pará, camarão, arroz integral, frango, leite

Betacaroteno: Este é outro antioxidante que protege o corpo dos radicais livres e também previne o câncer de mama, de próstata, doenças respiratórias e catarata. Ainda ajuda a eliminar as manchas de pele, próprias da idade, além de auxiliar no tratamento da acne e rugas superficiais. É um importante rejuvenescedor. É encontrado principalmente em vegetais folhosos, legumes coloridos e azeite de dendê.

Colágeno: É responsável pela resistência da pele. Boas fontes são os alimentos de origem animal.

Zinco: Muito importante para a hidratação e elasticidade da pele, elimina as manchas brancas das unhas e ainda é capaz de acelerar o tempo de cicatrização de ferimentos e queimaduras, por isso, combate eficazmente a acne. FIQUE ATENTO: A deficiência de zinco está diretamente relacionada ao envelhecimento precoce! Suas principais fontes são as ostras, frutos do mar, carne de porco e as plantas: açafrão, gengibre e canela.

E lembre-se sempre: BEBER BASTANTE ÁGUA é fundamental! Tenha sempre uma garrafinha com água em sua bolsa.

Além das dicas alimentares, fique atento ao excesso de exposição solar. O sol facilita a morte celular, já que desprotege a pele. Por isso, use sempre filtro solar.

Evite preocupações excessivas, o estresse, a angústia e a ansiedade. Isso será fundamental para manter sua mente e o corpo jovem.

Viva um dia após o outro, viva com intensidade cada momento, eles são únicos...
Há quatro coisas que com certeza não voltam atrás: a pedra atirada, a palavra dita, a ocasião perdida, o tempo passado!


Sorria! Seja feliz!

Caroline Dias Pereira

Nutricionista

Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.

A Eficácia da Compaixão

  • PDF

“Aproximou-se dele um leproso que, rogando-lhe, e pondo-se de joelhos, dizia: Se quiseres, bem podes limpar-me. Jesus, com grande compaixão, estendeu a mão, tocou-o, e lhe disse: Quero, sê limpo. Tendo ele dito isto, a lepra desapareceu, e ficou limpo” (Mc.1:40-42).

A história deste leproso é fascinante não pelo seu sofrimento, mas por ele ter conseguido ativar a compaixão de Jesus em seu favor e, por isso, o Senhor o curou. A compaixão é a ação do amor que se compadece pela vida do outro, quer num momento de dificuldade ou em qualquer outra situação da vida. Uma coisa é ver o sofrimento, outra coisa é ter compaixão. Quando alguém apenas ver, deixa a pessoa ir embora sem nada fazer, mas quando alguém se compadece do sofrimento do outro, jamais o deixará ir sem fazer nada por ele.

A compaixão nos move a fazer algo por alguém que nos compadecemos, porque ela não é apenas um sentimento de pena ou dó, não. A compaixão é a manifestação do amor intenso pela vida do próximo, portanto, se o vemos sofrendo ou em perigo faremos qualquer coisa para ajudá-lo.

O que levou Jesus a ter compaixão deste leproso? A própria lepra. Quando Jesus viu aquele homem leproso vindo em direção a Ele, rogando-lhe e pondo-se de joelho diante dele, Jesus se compadeceu do seu sofrimento. A lepra é uma doença que faz a pessoa apodrecer em vida e o mau cheiro é insuportável. Jesus vendo o grau de sofrimento daquele homem, compadeceu-se de sua vida. Somente a compaixão fez Jesus parar e dar atenção a esse leproso porque o quadro de uma pessoa leprosa é insuportável, mas o amor intenso por uma vida nos faz suportar qualquer coisa para ajudá-la.

O que levou Jesus a ter compaixão deste leproso? O fato dele poder ajudá-lo. Aquele homem sabia que se Jesus quisesse podia ajudá-lo, por isso, lhe disse se quiseres, bem podes limpar-me. A humildade e a confiança daquele homem, ao reconhecer que Jesus tinha o poder para ajudá-lo, se assim Ele desejasse, fez com que a compaixão de Jesus entrasse em operação em seu favor. Essa mesma compaixão precisa estar em nossas vidas para levarmos Jesus aos necessitados da nossa casa, amigos, vizinhos, bairro e cidade.

O que levou Jesus a ter compaixão deste leproso? O seu amor intenso. Quando aquele homem disse a Jesus: “Se queres, bem podes limpar-me. Jesus com grande compaixão”, observe isso, “com grande compaixão”. Se a compaixão é a manifestação do amor intenso, o que significa acrescentar “com grande compaixão”? Significa que Jesus sentiu o amor intenso por aquele homem como poucas vezes sentiu por outra pessoa, por isso lhe disse: Quero, sê limpo. E imediatamente o homem ficou limpo. A manifestação do amor sempre trará cura para os enfermos não importando a doença.

O que aconteceu com aquele leproso depois de ter sido alcançado pela compaixão de Jesus? Além dele ter sido curado, a compaixão de Jesus entrou em sua vida convertendo-o numa testemunha viva do seu poder, de maneira que todas as pessoas vinham a Jesus e Ele já não podia mais andar livremente porque as multidões vinham ao seu encontro para serem salvas e curadas: “Mas tendo ele saído, começou a apregoar muitas coisas, e a divulgar o que acontecera. De sorte que Jesus já não podia entrar publicamente em qualquer cidade, mas se conservava fora, em lugares desertos. E de todas as partes iam ter com ele” (Mc.1:45).

O mais interessante sobre este ex-leproso foi que Jesus mandou que ele se apresentasse aos sacerdotes, mas não falasse nada sobre a sua cura. Mas como ele poderia se calar se seu coração estava cheio de compaixão pelos que estavam sofrendo. A verdade é que a compaixão o moveu a sair e falar para todas as pessoas do amor e do poder de Jesus e, desta forma, as pessoas passaram a conhecer o caminho que deveriam trilhar para encontrar a solução dos seus problemas.

Queridos, que esta mesma compaixão seja a força que nos mova nesta Maratona de Conquista, para alcançarmos vidas para o Reino de Deus, convidando os nossos parentes e amigos para as reuniões de domingos à noite, para as reuniões dos grupos em nossos lares, para todos os domingos pela manhã sair em nosso bairro, orando e evangelizando seus moradores e, ainda, convidar os necessitados para nossa reunião da restituição, todas às quartas-feiras. Este mês será um tempo de grandes conquistas.

Novo Brasil, o grito das ruas

  • PDF

O suor descia por seu rosto, voz rouca, tensão nos olhos. Uma luz de esperança iluminava o semblante daquele jovem em meio à agitação que tomou conta dele por todo o dia.

Quando o encontrei, ele estava chegando da passeata que reuniu milhares de jovens no centro da cidade. Ele olhou para mim e disse: “É um novo Brasil!”

Lembrei-me, imediatamente, de 1984. Eu também estava indignado e me juntei a milhares gritando por DIRETAS JÁ! O desejo por um país melhor era o grito daquela geração.

A luta pela consolidação da democracia, o fim da corrupção, a liberdade de imprensa, a moralidade na política, a melhor distribuição da riqueza e o fim da miséria eram temas preponderantes.

Quando encontrei aquele jovem na rua, parecia que eu estava me encontrando comigo mesmo, há 30 anos. Nossos sonhos eram os mesmos e nossos protestos semelhantes.

Quando e como chegará este Brasil novo ? Será que venceremos a cultura da corrupção e o jeitinho de dar jeitinho em tudo?

Os anos passaram e nós ainda perguntamos qual é o nosso problema. De todos os cantos do país se levantam os especialistas para responder às perguntas.

Economistas, políticos, sociólogos, educadores, juristas, psicólogos e até psiquiatras tentam responder e encontrar caminhos para o tão sonhado Brasil novo.

Em meio a toda discussão, me veio à mente as palavras de sabedoria do grande mestre Jesus. Nome que jamais pode ser esquecido ou alienado quando se discute a vida.

Ele viveu num turbilhão político, numa sociedade pobre, explorada e corrompida. Ali as mazelas humanas estavam expostas e a religião não as resolveu.

Jesus falou de um novo reino. Um reino que poderia ser implementado na terra. Jesus inaugurou este reino e por ele morreu.

Neste reino, a justiça viria do alto e o amor governaria o código de conduta. Neste reino, a igualdade entre os homens seria realidade e a paz perfeitamente alcançável.

Utopia, pura utopia pensar que este reino poderia ser possível entre os mortais. Mas quando continuo a ler o evangelho vejo que posso sonhar com este reino que vem do alto.

A igreja, a verdadeira igreja do Senhor na terra, recebeu Dele mesmo a missão de espalhar este reino. Ser sal da terra e luz do mundo é a síntese desta missão.

Creio em um Brasil novo. Continuo crendo, como há 30 anos. Mas, hoje, creio que a transformação da sociedade passa, invariavelmente, pela questão espiritual.

Creio que o homem pode ser melhor, que as famílias podem ser saudáveis e que a justiça pode ser vivida.

Creio que pode haver paz na terra, creio que a corrupção pode ser extinta e que a riqueza pode ser mais bem distribuída.

Mas, também, creio que isso só será possível com uma mudança na essência do ser humano. Só acredito em mudança essencial a partir de Deus.

Somente Deus no coração do homem é que pode trazer-lhe novos valores e uma nova ética.

Lembro-me de Zaqueu, o publicano corrupto, que ao ter uma experiência com Jesus teve seu caráter transformado, instantaneamente.

Lembro-me da mulher que já havia casado cinco vezes e que vivia com um marido que não era seu. Ela teve um encontro tão impactante com Jesus que mudou sua história.

Lembro-me também de Herodes, o político perverso, que não ouvindo a Deus terminou seus dias com os vermes.

Só Cristo pode fazer pelo Brasil o que o Brasil não pode fazer por ele sozinho. Só Cristo faz a verdadeira revolução.

Sou plenamente a favor de toda luta pela justiça e totalmente contra o desrespeito e a violência, mas sei que o que queremos vem do alto.

Vem da intervenção divina, vem da presença de Deus no coração, vem da experiência sobrenatural de Deus na vida humana.

Sonhar com um novo Brasil é legítimo, só temos é que encontrar o caminho certo para que isso aconteça.

Voltando ao meu encontro com o jovem que estava chegando da passeata. Percebi que, além de tudo, também havia incertezas.

Olhei firmemente para ele e lhe disse: “Não desista, só encontre o caminho certo para lutar”.

Ele me perguntou qual era esse caminho. Fiz com ele uma oração e logo depois ele me disse: “Agora entendi. Tudo passa pelo céu”.

Isto mesmo, meu jovem, se não vier do alto continuaremos apenas lutando sem ver o sonho se realizar.

Saímos juntos, caminhando, e me parece que ele entendeu e eu, mais uma vez, percebi que só vale a pena lutar ao lado de Deus.

Esta é a verdadeira revolução que as redes sociais precisam agitar. O Brasil novo só chegará se o Reino de Deus for uma realidade para cada ser humano.

Deus nos abençoe!

Levantando Os Samuéis Desta Geração

  • PDF

“Era, pois, muito grande o pecado destes moços perante o Senhor, porquanto os homens desprezavam a oferta do Senhor. Porém, Samuel ministrava perante o Senhor sendo ainda jovem, vestido com um éfode de linho.” 1 Sm 2:17-18

Vamos hoje falar sobre Sacerdócio, fazendo um paralelo entre Casa de Eli e Sacerdócio de Samuel. Samuel foi consagrado a Deus para o sacerdócio por seus pais, e vivia no Templo. O v. 18 diz que Samuel ministrava perante o Senhor sendo ainda menino... Quando Samuel ouviu a voz do Senhor,  ele tinha cerca de 12 anos; era apenas um menino, mas era um menino  especial. I Sm 3:3 diz: “antes que a lâmpada de Deus se apagasse...” As lâmpadas normalmente se apagavam ao nascer do sol, o que significa que isso foi de madrugada; ele ouviu a voz de Deus de Madrugada. Deus fala, continua falando!! Não tenha dúvidas de que Deus fala conosco, querido, não deixe a incredulidade tomar conta do seu coração e fazê-lo achar que Deus não fala neste tempo. Ele está falando o tempo todo!

O Panorama espiritual era sombrio (1 Sm 3:1) - Uma geração que conhecia pouco de Deus, a Palavra do Senhor era rara, as visões não eram frequentes. O problema não é que Deus não falasse, que Deus não quisesse se revelar, o problema era encontrar alguém que tivesse sensibilidade e relacionamento suficiente pra ouvi-lo. Aquela era uma geração espiritualmente surda e cega. A vida espiritual de Israel ia mal, muito mal. Aquele que tinha o papel de ser os “olhos espirituais” do povo já não enxergava, Eli estava cego (1 Sm 3:2). Aquele que seria os ouvidos espirituais da nação já não reconhecia a voz de Deus, porque Deus estava falando, mas quem ouvia era Samuel, apenas um menino. Aquele que deveria abastecer a lâmpada com azeite para que não se apagasse já não fazia isso com excelência. Eli e seus filhos estavam fisicamente no lugar certo (no Templo), mas espiritualmente sua posição estava equivocada, fora dos padrões de Deus. Infelizmente a vida e o  Ministério de Eli eram um exemplo de caos e desordem. Uma família sem temor a Deus, brincando com as coisas de Deus. Seus filhos eram obstinados para o mal, profanavam as coisas santas... É claro que isso só podia resultar em morte.

Talvez você e sua vida, querido irmão, estejam assim: fisicamente no lugar certo, mas espiritualmente longe de Deus.  Você sabe que não está na posição que deveria, nem fazendo o que deveria fazer. Sua vida está em desordem, bagunçada, fora dos parâmetros de Deus! Lembre-se de que, quando o seu sacerdócio pessoal vai mal, sua família paga por isso  junto com você!! O Sacerdócio segundo o coração de Deus não é uma questão de opção, e sim de sobrevivência espiritual. A consequência natural da desordem, da bagunça é a morte! Foi assim com Eli e com seus Filhos. Mas quero dizer pra você que o Senhor que põe ordem em meio ao caos está bem pertinho de você pra pôr ordem na sua vida, na sua Casa e mudar a sua história.  Só Ele pode interromper esse processo de morte na sua vida, portanto renda-se a Ele!!

Deus está levantando neste tempo uma geração de sacerdotes segundo o Seu coração, os Samuéis dessa geração, que servem a Deus, vestidos com vestes de santidade, com sensibilidade e relacionamento suficientes para ouvir e reconhecer Sua voz e obedecer!!

O alistamento começou. Venha fazer parte desta geração sacerdotal poderosa, de filhos amados do Senhor. Hoje Deus convoca você a posicionar-se.

Que Deus o abençoe grandemente!!

Foi Negado o Crédito E Você Não Deve?

  • PDF

É muito comum que as pessoas se reservem de efetuar qualquer compra a credito por um periodo, em virtude da tão aguardada COPA DO MUNDO, entretanto, muitos tem o desprazer e a surpresa ao solicitar o credito ter o mesmo negado por ter seu nome INCLUIDO DE FORMA INDEVIDA POR DIVIDAS POR ELE NÃO PACTUADAS E/OU NÃO RECONHECIDAS nos cadastros restritivos ao credito em especial SPC/SERASA,isso se dá em razão do grande fluxo de compras, estelionatários se utilizam desta época para efetuar compras em nome de terceiros, como também pela má administração das concessionárias de credito que ao conceder o credito, o fazem sem o zelo e o compromisso ao conferir a documentação apresentada que o serviço exige, e assim o cidadão que zela por seu nome, acaba por vê-lo negativado, tendo assim um grande transtorno, prejuizos o que influiu em muitos dos casos eu seu estado psicologico, motivo pelo qual presenciamos nesta época, muitas cenas de desespero e lágrimas de consumidores que tiveram o seu credito recusado por restrições indevidas.Nestes casos a culpa  é do fornecedor de serviços, seja ele Banco, cartão de credito, ou Loja de eletromesticos, é de inteira responsabilidade da empresa que incluiu de forma indevida o nome do cidadão no SPC/SERASA ou em qualquer cadastro restritivo de credito, conforme o legislador definiu no art 14 do Codigo do Consumidor “ O Fornecedor de serviços responde, independetemente de culpa,pela reparação dos danos causados aos consumidores, bem como por informações insuficientes ou inadequadas sobre sua fruição e risco”.E NESTE ASPECTO TAMBÉM SE ENQUADRA AS CESSIONÁRIAS DE CREDITO, EMPRESAS DENOMINADAS DO SEGUIMENTO “FUNDO DE INVESTIMENTOS, EMPRESAS QUE COMPRAM DIVIDAS PRESCRITAS  E A REINCLUEM NOVAMENTE NO SPC/SERASA, como assim dispõe o art.290 do codigo civil “A cessão do crédito não tem eficácia em relação ao devedor, senão quando a este notificada; mas por notificado se tem o devedor que, em escrito público ou particular, se declarou ciente da cessão feita.” conforme entendimento já pacificado: CONSUMIDOR E PROCESSO CIVIL. CONTRATO REALIZADO POR TERCEIRO EM NOME DO AUTOR. FRAUDE. PRELIMINAR DE ILEGITIMIDADE PASSIVA DA RECORRENTE EM FUNÇÃO DA CONTRATAÇÃO NÃO TER SE DADO COM A MESMA E SIM COM A EMPRESA CEDENTE. PRELIMINAR AFASTADA. NEGATIVAÇÃO LEVADA À CABO PELA RECORRENTE. MÉRITO. CONTRATO E DOCUMENTOS PESSOAIS DO CONTRATANTE NÃO JUNTADOS PELA EMPRESA RECLAMADA. NÃO DESINCUMBIMENTO DO ÔNUS D A PROVA. ART.333, II D O CPC. CESSÃO DE CRÉDITOS Ausência de cuidados necessários no momento da contratação pelo credor originário. Negligência que afeta o negócio independente do credor. Defeito na prestação do serviço. Responsabilidade objetiva. Culpa exclusiva de terceiro. In ocorrência. Inscrição indevida do nome do consumidor nos cadastros de restrição ao crédito. Da no moral configurado (...) (TJSE; RIn 2009901207; Ac. 1180/2009; Turma Recursal; Rel. Des. Marcos de Oliveira Pinto; DJSE 21/09/2009; Pág. 445).

Nos dias atuais está muito comum a inclusão de dividas antigas, (há mais de 10 anos ) em sede cartorial, o que também é ilegal, pois art. 206 parágrafo 5 “inciso I”  do codigo civil Prescreve  em 5 anos “a pretensão de cobrança de dívidas líquidas constantes de instrumento público ou particular”; ou seja a pretensão executória da divida atingiu a consumação da prescrição, como enuncia a sumula 323 do STJ “ a inscrição de inadimplente pode ser mantida nos serviços de proteção ao credito por, no máximo, cinco anosE no parágrafo 5° do art. 43 dispõe o código do consumidor que “ consumada a prescrição relativa a cobrança de débitos ao consumidor, não serão fornecidas  pelos respectivos Sistemas de Proteção ao Crédito, quaisquer informações que possam impedir ou dificultar novo acesso ao crédito junto aos fornecedores, MOTIVO PELO QUAL CHEGA-SE A CONCLUSÃO QUE QUALQUER INCLUSÃO INDEVIDA, SEJA ELA POR COMPRAS E DIVIDAS NÃO REALIZADAS PELO PROPRIO CIDADÃO,OU  POR CESSÃO DE CREDITO,DESDE QUE NÃO HAJA A CIENCIA DO CIDADÃO E POR DERRADEIRO A INCLUSÃO POR DIVIDAS PRESCRITAS HÁ MAIS DE 05 ANOS,DEVEM SER CANCELADAS, E AS EMPRESAS RESPONSABILIZADAS JUDICIALMENTE PELA A INCLUSÃO DO NOME DO CIDADÃO NOS CADASTROS RESTRITIVOS AO CREDITO ENTRE ELAS SPC/SERASA.

Texto não revisado ortograficamente)

 

Sonhos Restaurados

  • PDF

Os sonhos são o combustível da vida. Sonhar é ter esperança de que o futuro será muito melhor. Quando sonhamos, estamos acreditando que a realidade pode ser diferente. Quando não temos sonhos, o futuro se torna distante e estéril... Parece que a vida perde o sabor. Perdemos a vontade de lutar.

 Agora, se os nossos sonhos são capazes de nos encher de esperança, imagine se o próprio Deus puser um sonho dentro de nós! Será muito mais maravilhoso ainda!

 Foi isso que Deus fez com José, ao despertar no coração daquele jovem um sonho extraordinário de conquista.

 “Mas como saber a diferença entre os meus sonhos e os sonhos de Deus?”, talvez você me pergunte. Nem sempre saberemos a diferença. Só o tempo vai dizer. Então, se há um sonho no seu coração, ore ao Senhor e lute por ele, pois pode ser um sonho de Deus.

 Quando temos um sonho de Deus, ninguém pode impedir a sua realização, a não ser nós mesmos. Se o sonho é de Deus, e você está lutando por ele, certamente ele será realizado, no tempo oportuno.

 Bem, se somente eu posso impedir a realização de um sonho de Deus, preciso guardar o meu coração para não desistir no meio do caminho. Mas como fazer isso? Simples: aprendendo a compreender as fases de um sonho. Duas delas valem a pena ser analisadas: a euforia e a oportunidade.

 Quase sempre, quando temos um grande sonho, queremos logo contar para alguém. Parece um desejo irresistível! É a euforia. O problema é que nem sempre as pessoas estão prontas para ouvir o nosso sonho (e se alegrarem conosco).

 A euforia faz com que nos sintamos os reis do universo. Mas o que acontece quando contamos o nosso sonho para a pessoa errada? Dentre outras coisas, você pode sofrer inveja, ou ser desencorajado, ou ter a fé abalada...

 José deveria ter contado somente para os seus pais, mas contou para os irmãos, que já morriam de inveja dele!

 Então, o que fazer quando sentimos essa euforia e ficamos loucos para contar o nosso sonho? Peça a Deus sabedoria para encontrar a pessoa certa. E mantenha o pé mais no chão.

 Lembre-se: “Na multidão de palavras não falta transgressão; mas o que refreia os seus lábios é prudente.” (Provérbios 10:19)

 A outra fase é a oportunidade. Você deve ficar com os olhos bem abertos, pois Deus colocará uma oportunidade na sua frente, para que o seu sonho comece a ser realizado. Será o momento em que você usará o talento que o Senhor pôs em sua vida.

 Algumas vezes, essa chance virá quando tudo parece estar perdido. E nem sempre haverá uma antecipação da parte de Deus sobre essa oportunidade. Você tem que estar pronto para ela.

 José viu na adversidade da prisão uma oportunidade de viver o sonho de Deus. Davi já havia sido ungido pelo profeta Samuel... Mas foi somente na oportunidade de enfrentar Golias que o sonho de Deus começou a ser cumprido.

 Você tem um sonho de Deus em seu coração? Então, segure a euforia e não perca a oportunidade que pode aparecer ainda hoje. Pense nisso.

Newsletters

Inscreva-se para receber
os nossos informativos!

Por favor, insira seu email abaixo.